Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Chicago

Ainda a River walk em Chicago hoje o lugar mais aprazível da cidade mais cosmopolita mais caro mais fashion mais in, mais... mais...mas não foi sempre assim, o rio agora azul foi esgoto aberto, os edificios próximos degradados e a beira rio o lugar dos sem abrigo. A cidade foi "limpa"recentemente está linda, mas é melhor não sair para os quarteirões fora da bolha.

8 comentários:

Bruno Vieira disse...

Estes desenhos ficaram fantásticos, um rio cheio de vida :)

Rosário disse...

Que desenhos! Eu gosto!

Mário Linhares disse...

Eu defendo a tese que, se pegares em água suja para desenhar, o resultado é sempre acima do excelente!

nelson paciencia disse...

Os desenhos deste gajo são uma "anormalidade".

Rodrigo Briote disse...

O primeiro está fora de série

Isabel disse...

toda a série de Chicago é impressionante pelos vistos a cidade mexeu contigo

Pedro Ribeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pedro Ribeiro disse...

Chicago é para mim um lugar muito especial pois representa a minha grande primeira experiência profissional e lá trabalhei durante 23 anos (apenas 4 vezes por ano é certo)!
Tirei imensas fotos ao longo de todos estes anos, mas dificilmente consegui captar a essência que tu conseguiste nestes dois desenhos!
Parabéns, Obrigado e Um grande bem haja!