Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

domingo, 18 de junho de 2017

10 X 10 Vila Viçosa

No dia 16 de Junho rumei para o Alentejo. O dez por dez na minha terra natal , o 50º encontro do Évora sketchers em Vila Viçosa  e o reencontro de amigos, foram ingredientes mais do que suficientes para desafiar os previsíveis 40 graus de temperatura.
Na manhã de dia 17 o José Barreiros e o Vicente Sardinha deram uma introdução sobre a pedra mármore e desafiaram-nos a desenhar os padrões característicos da pedra numa dupla página. Eu levei o desafio ao extremo (tem de ser sempre) e sentado num banco de pedra mármore (Em Vila Viçosa até os pinos da estrada são de pedra) comecei a estudar os veios da pedra. Utilizei o banco como paleta para aferir cores e tonalidades. Depois sobre papel molhado fui fazendo o "desenho cego" dos veios que o próprio banco tinha.

Depois de terminarmos fomos até à serração do artista César Valério. O desafio aqui, para além de desenhar com um calor insuportável foi contar a história do trabalho na pedra.
Sobre o padrão criado anteriormente fiz a máquina "Talha Blocos" que corta o bloco em fatias (chapas), a máquina de corte que corta as chapas em pedaços mais pequenos e a polidora que faz os acabamentos. è um pequeno resumo do complexo mundo do tratamento da pedra.


Da parte da tarde fomos até ao Castelo, o dos poucos lugares onde se conseguia suportar o calor.
Acho que todos escolhemos primeiro a sombra e depois decidimos o que desenhar. Após ter desenhado a Igreja da Nossa Senhora da Conceição e o Busto que eterniza a vinda de João Paulo II a Vila viçosa fui até à Tertúlia perfeita (café ali perto) beber uma cerveja fresca. Foi um encontro magnífico apesar das temperaturas acima do razoável
.

7 comentários:

André Duarte Baptista disse...

os desenhos ficaram muito bons, sobretudo o primeiro. está fantástico. parabéns

Ketta disse...

Fooogo! G'andas desenhos!

Celeste Vaz Ferreira disse...

Muito bom!!

nelson paciencia disse...

Uau!

Filipe Pinto disse...

Mesmo com o calor os desenho ficaram muito bons.

Bruno Vieira disse...

Sempre com umas belas perspectivas

Luís Ançã disse...

Não derreteu nenhum desenho...