Nunca encontrei ninguém completamente incapaz de aprender a desenhar.

John Ruskin, intelectual inglês do século XIX


Pensamos que o Diário Gráfico melhora a nossa observação, faz-nos desenhar mais e o compromisso de colaborar num blogue ainda mais acentua esse facto. A única condição para colaborar neste blogue é usar como suporte um caderno, bloco ou objecto semelhante: o Diário Gráfico.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

DESENHOS DE AEROPORTO

Santiago de Compostela

Santa Catarina

No Funchal

Metro, linha Preto e Branco

...de facto até era a linha Verde mas a pastilha Neutral Black da White Nights apareceu na minha vida e eu abracei-a ;) É óptima para treinar valores uma vez que permite uma gama quase infinita de cinzas e o efeito granulado no papel é uma coisa do outro mundo. Aqui está uma carruagem de Metro tal como eu gosto, bem composta o suficiente para eu poder estar a vontade para desenhar.

ZAPPING

Eu não sou muito adepta de fazer zapping mas assisto a  essa prática  diáriamente cá em casa.
O meu exercicio consistiu em captar alguns canais com conteudos variáveis e representar  a imagem . Notícias, cultura, musica e anuncios, há um pouco de tudo . Desenhei à medida que ia mudando de canal. Como detesto anúncios, só aparece um para amostra e, como ainda detesto mais futebol, não aparece nem os jogadores e muito menos os comentadores. As preferencias de cada um tornam o exercício do zapping muito curioso.
Leonor Janeiro

Treinando a paciência...

Desenho, para não desesperar, enquanto espero que o meu filho acabe de jantar...


Viagens atrasadas II

Arranjei um livrinho tipo japonês para os desenhos das viagens, achei que ia ser engraçado preenche-lo e ver o resultado final, mas afinal de contas não tirei partido da continuidade da folha e não deu jeito nenhum :) Está quase no fim...





Porto dos Batéis

O Porto dos Batéis faz-se numa Fajã, a encosta é altissima e parece desmoronar-se sobre nós.

(Aguarela, grafite, caneta caligráfica e lápis de cor)                                                                                                                   «in situ»


Mafra

No passado fim-de-semana tive oportunidade de ir até Mafra e desta vez levei os cadernos atrás.
Confesso que nunca desenhei tão depressa. Tive entre 5 a 10 minutos para rabiscar porque não queria fazer esperar quem me acompanhou.
A pintura de aguarela, essa já foi nas calmas, durante o almoço.
Faltou-me fazer o desenho da fachada do Palácio de Mafra. Fica para uma outra vez (quando lá for com calma e tempo para desenhar)


Enfermarias do convento


um dos órgãos dentro da basílica
chaminé na cozinha da enfermaria
macaca de construção
uma das cadeiras dos aposentos da rainha
a coruja Popas que é uma fofuraaaaaaa e que fazia parte de um conjunto de aves com quem poderíamos tirar uma foto cujo valor revertia para uma associação de protecção de aves de rapina (não imaginava que existissem tantas raças na zona de Mafra)


Real Filarmónica da Galicia

Santiago Rios  é um engenheiro de minas que gosta de desenhar ao vivo, nos concertos a que assiste. No seu Workshop da Compostela Ilustrada,  propôs que desenhássemos o ensaio geral  Filarmónica da Galicia da Carmen, com projecção simultanea da "Carmen" de Cecil B.deMille e da "Paródia de Carmen" de Chaplin. Foi um desafio difícil, não tanto por não haver luz, ou por os músicos estarem longe, ou serem muitos,  mas porque foi  uma experiência  verdadeiramente emocionante  e tão bela que, se  apetecia muito registar, apetecia tanto ou mais disfrutar, sem ter que gerir os pinceis, as canetas, aguarelas ou, melhor dizendo,  para  a tralha toda!




Paço de Arcos - Zona velha

Sem querer ir para longe, fiquei muito perto, pois a vontade de desenhar era muita. Estes edifícios ficam na zona velha de Paço de Arcos, mesmo em frente ao Mercado e Correios, são edifícios muito antigos e sem qualquer tipo de manutenção ou melhoramentos.


quarta-feira, 22 de novembro de 2017

É assim

Por vezes nada mais há a dizer senão o que nos fica à frente do caderno...

Arezzo





A Igreja de S. Domenico onde se encontra o Cristo de Cimabue.

A Isa comentou este desenho e eu respondi-lhe com algo que sinto muito, passo a transcrever: " Creio que quando nos identificamos muito com um lugar e com a sua envolvência e temos tempo, os desenhos tornam-se mais simples e mais soltos. Tive perto de 1h e 1/4 a fazer este desenho."



COMPOSTELA ILUSTRADA (5)


No domingo de manhã, último dia do evento "Compostela Ilustrada" a praça da catedral foi palco de um Sketchcrawl final com todos os participantes.

Outono


No Outono os platanos e os liquidambares tomam cores fantasticas que fazem de qualquer simples caminho uma festa para os olhos. Foi assim que me atrevi a rabiscar muito rapidamente este cenário. Leonor Janeiro

Viagens atrasadas I

Muito atrasados os meus desenhos de viagens... falta de tempo e alguma desorganização não têm ajudado, a ver se ponho tudo em dia.
Mais publicado Aqui







Sketchwalk Mundial no Bombarral - 10 anos de USk


Os Urban Sketchers andam na rua a mostrar o mundo a todo o mundo há 10 anos e para celebrar a ocasião, o grupo Internacional convocou um Sketchwalk de 24 horas e lançou o apelo a todos os grupos regionais espalhados pelo Mundo. As várias fotos foram correndo o mundo através da conta de Instagram e os OesteSketchers tiveram tempo de antena entre as 12:30 e as 12:45. Desde já um grande bem-haja aos voluntários que tornaram esta divulgação possível.


O local escolhido foi o Bombarral, uma bela vila típica da região Oeste, cerca de 60km de Lisboa, terra de vinhedos e de Natureza que tão bem caracteriza a nossa região. Eramos cerca de 30 desenhadores e aguarelistas quando às 10h após uma breve introdução ao encontro por parte dos nossos coordenadores e do Vice-Presidente da CM Bombarral Nuno Vicente que começámos avidamente a trabalhar junto à Estação de CF.


Reportagem do evento pela CM Bombarral aqui: www.cm-bombarral.pt/Um-dia-a-desenhar-o-Bombarral

A parede tutti frutti

Grande mistura de cores na fachada desta casa abandonada em Paço de Arcos. Imagino a quantidade de vezes que terá sido pintada.

Piscina do Porto dos Batéis - Feteiras

Em dia de pescaria, encontrei a Piscina das Feteiras completamente destruída. Ainda assim, sentei-me naquela fajã a desenhar...

(Aguarela, grafite, caneta caligráfica, carimbo e lápis de cor)                                                                                                  mais aqui:    «in situ»

Paço de Arcos - Praia nova

Da Esplanada da Praia nova, a vista para a Direcção de Faróis,  o Tejo com a ponte 25 de Abril, e as duas margens.


terça-feira, 21 de novembro de 2017

Urban Glass

Entretanto, na hot shop do Urban Glass, várias equipas continuam a trabalhar.
Soprando o vidro, rodando, moldando... sempre à frente de uma fornalha (glory hole) onde se vai reaquecendo periodicamente a peça.